contato@zaninitafuri.com.br

(12) 9 8266-7291

Notícias

O que é Lay-Off e como colocá-lo em prática

Você já ouviu falar sobre Lay-Off? Esse pequeno termo representa uma chance de que o trabalhador não perca o emprego em tempos de crise. Ou seja, quando o contratante passa por dificuldades financeiras ele pode utilizar o lay-off para garantir que os contratos de trabalho não serão interrompidos.

A saber, a medida visa garantir que mesmo quando o contratante consiga enfrentar a crise sem ter que reincidir com seus trabalhadores. O que é positivo tanto pelo empregado que continua tendo seu contrato de trabalho ativo.

Como também pelo contratante que consegue dessa maneira reduzir seus custos e encontrar uma oportunidade de se recuperar economicamente. Veja agora um pouco mais sobre o que é, e como colocar em pratica o Lay-Off.

O que é Lay-Off?

Se trata de uma medida estabelecida juridicamente pela Consolidação das Leis Trabalhistas ou como é conhecida CLT em seu Artigo 476. Estabelecendo que o empregador poderá suspender o contrato de trabalho do seu empregado.

Desde que em conformidade com o que está disposto em acordo ou convenção coletiva de trabalho. Em decorrência dessa suspensão o contratante precisa fornecer cursos de requalificação ao trabalhador custeando-os.

O período de suspensão do contrato pode ser de dois a cinco meses, e durante o Lay-Off o trabalhador continua em disposição do empregador. No decorrer da suspensão o empregado não recebe salário, mas passa a receber o seguro desemprego.

Ademais o trabalhador fica assegurado de que quando retornar ao trabalho novas medidas que tenham sido implementadas devem se aplicar ao seu contrato. Essa medida causa uma enorme redução de custos para a empresa em crise, permitindo com que ela tenha chances de se recuperar financeiramente.

Como Colocá-lo em Prática?

Para colocar o Lay-Off em prática é necessário que essa suspensão ou como é chamada requalificação profissional esteja conforme o acordo ou convenção coletiva de trabalho. E haja a aceitação formal do empregado pela suspensão do contrato.

Ademais o empregador precisa comunicar o sindicato da categoria com o prazo mínimo de 15 dias de antecedência ao início da suspensão. O trabalhador que for suspenso ao retornar não poderá ter a suspensão novamente por um período de 16 meses.

E o empregador precisa fornecer uma ajuda mensal ao empregado, contudo ela não terá natureza de salário. Por fim essas são as exigências previstas em lei para que o contrato de trabalho seja suspenso com a aplicação do Lay-Off.

𝐐𝐮𝐞𝐫 𝐟𝐚𝐳𝐞𝐫 𝐚𝐥𝐠𝐮𝐦𝐚 𝐩𝐞𝐫𝐠𝐮𝐧𝐭𝐚? Deixe um comentário com sua dúvida para nosso time de especialistas ou fale conosco diretamente pelo WhatsApp (12) 9 8266-7291, telefone fixo (11) 2761-5734 (SP) | (12) 4101-2113 (Vale do Paraíba), ou CLICANDO AQUI, para ser direcionado ao whatsapp. Será um prazer orientá-lo.

LEIA TAMBÉM: Coronavírus e Doença Ocupacional: Implicações Legais para o Empregador

Compartilhar Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias

Tags

Direito Empresarial, Direito Tributário, Direito Trabalhista, Direito Sindical, Direito de Família, Direito de Condomínios, Direito Previdenciário, Direito Empresarial, Contrato, Contrato Mercantil, Recuperação Judicial, Contrato Societário, Sociedade Simples, Sociedade Limitada, Eireli, Dissolução Societária, Microempresas, Direito tributário, Impostos, Taxas, Contribuições, Recuperação de créditos, Direito Trabalhista, Relação Sindical, Convenção Coletiva, Acordo Coletivo, Dissídio Coletivo, Acordo, Direito Condominial, Cobrança, Assembleia, Regimento Interno, Síndico, Ação de Cobrança, Direito de Família, Pensão, Alimentos, Divórcio, Separação, Inventário, Adoção, Guarda, Testamento, Interdição, Planejamento Sucessório, Pacto Antinupcial, Direito Previdênciário, Aposentadoria, Aposentadoria Especial, Aposentaria Invelidez, Auxílio Doença, Auxílio Acidente, Loas, Pensão por Morte Rural, Pensão por Morte, Benefício Assistencial ao Idoso, Pecúlio

São Paulo

Av. Paulista, 37 – 4º andar – Bela Vista – São Paulo/SP
CEP: 01311-902

Taubaté

Rua do Corrêa, 255 – Cj. 15 Centro – Taubaté/SP
CEP: 12080-290

Contato

(11) 2761-5734 – São Paulo
(12) 4101-2113 – Taubaté

Acompanhe nossas Redes Sociais

© 2020 Zanini & Tafuri – Todos direitos reservados. Desenvolvido por 3MIND.