contato@zaninitafuri.com.br

(12) 9 8266-7291

Notícias

O AUXÍLIO-DOENÇA NEGADO PELA PERÍCIA

Todos os dias pessoas adoecem ou se acidentam, ficando impossibilitadas de trabalhar ou de realizar sua atividade econômica e, com isso, ficam desamparadas financeiramente, tento que se socorrer ao INSS para receber um benefício, mas tem o Auxílio-Doença negado pela perícia.

O Auxílio-Doença é negado porque as pessoas, aos olhos do perito do INSS não comprovam que a doença incapacite para o trabalho. Prova-se a doença, mas não a incapacidade para o trabalho.

Como falamos acima, a perícia médica é o que mais causa indeferimento nos pedidos de Auxílio-Doença, pois muitas vezes o perito se nega a receber documentos ou não os lê com o cuidado necessário para a análise do caso.

Entretanto, possuem outras tantas vezes que as pessoas vão para a perícia de forma desorganizada, tanto de documentos como de argumentos o que pode prejudicar na perícia.

COMO PROCEDER NA PERÍCIA MÉDICA DO INSS

A primeira informação que todos devem saber é o direito que o assegurado tem de requerer a juntada de documentos no procedimento administrativo, ou seja, no pedido de Auxílio-Doença, assim, todos podem levar um pedido por escrito, em duas vias, e solicitar que seja protocolado no processa administrativo que analisa a solicitação do benefício.

No pedido feito por escrito, poderá juntar cópias dos documentos que comprovam a doença (exames e atestados médicos, boletim de ocorrência de acidentes de trânsito) e documentos que prove o seu trabalho (carteira de trabalho, contrato) juntamente com o original, para provar a ligação da doença com a incapacidade para o trabalho.

Se não fizer por escrito, leve a cópia dos documentos e o original e peça ao perito que junte no procedimento administrativo.

Ainda, se organize com os documentos e os fatos que irá contar ao perito, sendo objetivo nas respostas. Não busque enfeitar os fatos aumentando a história, isso só o prejudicara.

Lembre-se, o perito faz diversos atendimentos no dia, quando mais você facilitar o trabalho dele, melhor será a interação com ele e, com isso, avaliará com maior clareza seu caso.

INDEFERIMENTO DO AUXÍLIO-DOENÇA

Bom, você fez tudo isso e mesmo assim teve seu pedido indeferido, o que fazer agora?

O INSS emite uma decisão administrativa que pode ser impugnada através de recurso, sendo que o próprio cidadão pode fazer esse recurso ou um advogado em seu nome.

Para esse recurso de maior chance de rever o indeferimento é muito importante que conste os documentos que comprovam a incapacidade juntados no processo administrativo.

Outra possível solução após o indeferimento da perícia, é acionar a Justiça para rever a decisão que negou o benefício, sendo que o contribuinte pode ir sozinho ao Juizado Especial para fazer o processo, entretanto, se aconselha a procurar o auxílio de uma advogado especialista em previdência para que ele monte seu processo com técnica jurídica.

Compartilhar Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email

Pesquisar

Últimas Notícias

Categorias

Tags

Direito Empresarial, Direito Tributário, Direito Trabalhista, Direito Sindical, Direito de Família, Direito de Condomínios, Direito Previdenciário, Direito Empresarial, Contrato, Contrato Mercantil, Recuperação Judicial, Contrato Societário, Sociedade Simples, Sociedade Limitada, Eireli, Dissolução Societária, Microempresas, Direito tributário, Impostos, Taxas, Contribuições, Recuperação de créditos, Direito Trabalhista, Relação Sindical, Convenção Coletiva, Acordo Coletivo, Dissídio Coletivo, Acordo, Direito Condominial, Cobrança, Assembleia, Regimento Interno, Síndico, Ação de Cobrança, Direito de Família, Pensão, Alimentos, Divórcio, Separação, Inventário, Adoção, Guarda, Testamento, Interdição, Planejamento Sucessório, Pacto Antinupcial, Direito Previdênciário, Aposentadoria, Aposentadoria Especial, Aposentaria Invelidez, Auxílio Doença, Auxílio Acidente, Loas, Pensão por Morte Rural, Pensão por Morte, Benefício Assistencial ao Idoso, Pecúlio

São Paulo

Av. Paulista, 37 – 4º andar – Bela Vista – São Paulo/SP
CEP: 01311-902

Taubaté

Rua do Corrêa, 255 – Cj. 15 Centro – Taubaté/SP
CEP: 12080-290

Contato

(11) 2761-5734 – São Paulo
(12) 4101-2113 – Taubaté

Acompanhe nossas Redes Sociais

© 2020 Zanini & Tafuri – Todos direitos reservados. Desenvolvido por 3MIND.